falecom@sigmacon.com.br+55(19) 3342-1063

logo

Extorsão mediante sequestro: O golpe do falso sequestro

por: falecom@sigmacon.com.br Segurança Pública

A mãe leva à filha a escola, deixa-a no portão do lado interno e vai embora.

Meia hora depois ela recebe uma ligação em seu celular de um telefone de um número não identificado, dizendo de forma dura e ameaçadora, que estão em poder de sua filhinha, que ela não deveria desligar o telefone, não deveria avisar a policia e que ela deveria fazer uma transferência bancária. Foi exatamente o que aconteceu na cidade de São Paulo essa semana, e é o que acontece todos os dias pelo Brasil afora.

Agora, coloque-se nesse cenário: o que você faria?

Bem, a decisão é dura, mas o melhor a fazer é comunicar imediatamente a policia, indiscutivelmente.
Primeiro porque a probabilidade de ser um golpe é muito grande, segundo porque se você ceder imediatamente às exigências sem contar com auxilio de profissionais qualificados para acompanhar, você estará aumentando consideravelmente a possibilidade de um final trágico.

E lembre-se: se for uma extorsão mediante sequestro real, os marginais não têm compaixão. Acredite, tanto eles quanto você só sentem nesse momento o medo.

Em caso de receber uma ligação desse gênero, tente evitar falar demais com o marginal, simule que a linha esta ruim, que você não está entendendo o que ele está falando, e tente de todas as formas manter contato através de outra linha ou de outra pessoa com a pessoa que eles alegam estar em poder deles. Se não puder falar, peça ajuda escrevendo em um papel para que alguém possa ler, e solicite que entre em contato com a policia imediatamente através do 190.
Não entre em desespero; sabemos que isso é muito difícil, mas será fundamental para um final feliz.

Este tipo de crime talvez seja um dos mais hediondos e cruéis. Além de obviamente subtrair o bem alheio, deixa marcas psicológicas que muitas vezes nunca mais desaparecerão da vitima e de seus familiares.

Ah, sobre o final da história que contamos logo no inicio? A mãe agiu exatamente como orientamos aqui, era mais uma vez um golpe, mais uma dessas ligações feitas de algum presídio por ai (como eles têm acesso a um celular? Bom isso é uma outra história). Sua filhinha estava segura, feliz e exatamente onde a mãe havia lhe deixado …na escola.

* Adalberto Santos é especialista em segurança e diretor superintendente da Sigmacon. É consultor, palestrante, analista em segurança empresarial e criminal. Possui pós-graduação de processos empresariais em qualidade, MBA em administração e diversos títulos internacionais na área de segurança.



A última modificação foi feita em:junho 13th, 2019 as 13:14




Comentários



Adicionar Comentário