falecom@sigmacon.com.br+55(19) 3342-1063

logo

Os Índices de Homicídio no Brasil e no Mundo

por: falecom@sigmacon.com.br Segurança Pública

Na primeira semana do mês de abril foi divulgado pela United Nations Office for Drugs Control (UNODC) um panorama dos homicídios no mundo, e com relevante contribuição do FBSP – Fórum Brasileiro de Segurança Pública, do qual temos orgulho de ser associado, pois vem de maneira sólida e pertinente, contribuindo com a reflexão e desenvolvimento de ações para que possamos diminuir os índices de violência que assolam nosso Pais.

A divulgação dos dados apresentados pela UNODC traz a tona uma triste realidade cientifica que todos já percebem e sentem no Brasil: a violência em nosso país é um dos programas que os governos não têm dado a devida importância em suas agendas.

Os dados apresentados demonstram que o Brasil é responsável por 11% dos homicídios registrados no mundo, enquanto representamos apenas 3% da população mundial.
Isso me faz refletir na fala do Secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame em palestra proferida na Universidade Católica de Buenos Aires (UCA) a poucos dias atrás que tomo a liberdade de reproduzir parcialmente:

“Tenho a impressão de que estamos sempre agindo com a aplicação de analgésicos e o problema estrutural, o problema em si a gente não resolve. Não se trata somente das questões sociais, de cidadania, porque isso sem dúvida tem um peso enorme, mas isso não nos diz respeito (como polícia)”, completou.

Faço minhas as palavras do Secretário, enquanto não tivermos um sistema judiciário readequado aos novos desafios, enquanto o sistema penitenciário não passar de um amontoado de seres em condições sub-humanas, enquanto menores infratores no Brasil sejam colocados em verdadeiras universidades do crime, enquanto nós cidadãos fecharmos os olhos para tudo isso e estivermos preocupados única e exclusivamente com nossa única e exclusiva segurança pessoal, creio que estaremos apenas cuidando da febre e não combatendo a infecção, que pode se transformar em uma septicemia e ai pouco poderemos fazer.

E para minimizarmos um problema de tamanha proporção e complexidade a níveis aceitáveis muito há de se fazer, mas cada um de nós tem que dar seu primeiro passo.
A constituição Brasileira em seu art 144 diz: A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos,… (reprodução parcial).
Creio que mais do que igualdade social, precisamos de justiça social, precisamos mudar o conceito que se acampou em nossa sociedade que justiça é aquilo que nos privilegia e sim entender que justiça também deve ser aquilo que nos impõe limites.

* Adalberto Santos é especialista em segurança e diretor superintendente da Sigmacon. É consultor, palestrante, analista em segurança empresarial e criminal. Possui pós-graduação de processos empresariais em qualidade, MBA em administração e diversos títulos internacionais na área de segurança.



A última modificação foi feita em:junho 13th, 2019 as 13:49




Comentários



Adicionar Comentário