falecom@sigmacon.com.br+55(19) 3342-1063

logo

O Risco de uma boa Análise de Risco e de um Plano de Segurança não saírem do papel

por: falecom@sigmacon.com.br Sem categoria

A folha de São Paulo, no dia 01/02/2019, veiculou excelente matéria, assinada pelos jornalistas Lucas Vettorazzo, Nicola Pamplona, Thiago Amância e com a colaboração da Carolina Linhares manchete intitulada “Vale previu inundação de refeitório e sede de barragem e desprezou o risco”.

A matéria descreve que em abril de 2018 a empresa Vale já possuía um Plano de emergência de Barragem, e que este já previa através da Análise de Riscos, que a área administrativa seria a primeira a ser atingida e mesmo que as sirenes fossem disparadas, estes teriam pouco ou quase nenhum tempo  para evacuação . o Plano que nessa mesma reportagem é reproduzido de forma sintética demonstram que uma series de avaliações e previsões feitas pelo Plano não foram respeitadas ou talvez foram ignoradas.

Existe um conceito em Risco que diz: Você pode ignorar o Risco (mas não deve), Você pode minimizar o risco a níveis aceitáveis (é para isso que serve um Plano Diretor de Segurança), ou Você pode transferir o risco (para empresas seguradoras), lembrando que essa ultima indeniza vidas, mas não as trazem de volta.   

Meu objetivo aqui não é focar na empresa Vale ou até mesmo na tragédia que se instalou em Brumadinho, pois ela não é a única infelizmente a cometer esse equivoco, mas sim chamar a atenção daqueles que detêm o poder de decisão e se depararem com uma boa Análise de Riscos, com  cenários prospectivos e também um bom Plano Diretor de Segurança,  reflitam muito antes de deixarem apenas no papel.

Obvio que muitas vezes os Aportes X Capacidade de investimentos se torna um grande obstáculos, mas como sempre dizemos comece dando sempre o primeiro passo, se você não fizer isso nunca começará uma caminhada e ai talvez quando quiser, seja tarde demais.



A última modificação foi feita em:junho 13th, 2019 as 15:07




Comentários



Adicionar Comentário